Intervenção Aplicada a um Salão de Beleza para Adequação dos Aspectos Financeiros

Bruna Fernanda Dias, Luiz Gustavo Santos Barboza, Geysler Rogis Flor Bertolini, Delci Grapegia Dal Vesco

Abstract


O relato técnico tem como objetivo apresentar os resultados de intervenções aplicadas nos aspectos financeiros de um salão de beleza, após a realização de uma consultoria na pequena empresa no mês de março em 2016. Foram identificadas dificuldades para apuração do lucro obtido pela organização, resistência para utilização de sistema de informação para controles dos processos e na percepção e formação do preço de venda. Foram realizadas a contabilização das receitas; cálculo da margem de contribuição e do resultado do estabelecimento. A partir do conhecimento do resultado, foi definida uma meta de pró-labore à proprietária, deixando de destinar todo lucro da organização para gastos pessoais. Identificou-se também os valores que podem ser destinados a novos investimentos e futuras necessidades de capital de giro em função da previsão de mudança para uma nova sede. Foi reforçado junto à empresária a importância da utilização de software, tanto para controle efetivo das receitas e despesas, como também para melhoria do do atendimento.

Keywords


Contabilidade Gerencial; Sistemas de Informação; Salão de Beleza.

References


Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos. (2016). Panorama do Setor de HPPC 2016. São Paulo.

Assef, R.(1997). Guia prático de formação de preços: aspectos mercadológicos, tributários e financeiros. Rio de Janeiro: Campus.

Batista, E. de O. (2004). Sistema de Informação: o uso conscimente de tecnologia para o gerenciamento. São Paulo: Saraiva.

Borges, A. F. et al. (2016). Empreendedorismo em empresas familiares : a pesquisa atual e os desafios futuros. RAM, v. 17, n. 2, p. 93–121.

Conselho Federal de Contabilidade. (1993). Resolução CFC No 750/93. Brasília. Disponível em: cfc.org.br/sisweb/sre/docs/RES_750.doc

Espejo, M. M. dos S. B. et al. (2009). Uma análise crítico-reflexiva da compreensão da adoção dos artefatos de contabilidade gerencial sob uma lente alternativa - a contribuição de abordagens organizacionais. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 3, n. 5, p. 25–43.

Gassen, T. B. (2008). Sucesso da adoção de sistemas de informação em pequenas empresas. 2008. 114 f. Dissertação (Mestrado em Administração). UFSM, Santa Maria.

Guerreiro, R.; Pereira, C. A.; Rezende, A. J. (2008). Em busca do entendimento da formação dos hábitos e das rotinas da contabilidade gerencial: um estudo de caso. RAM, v. 7, n. 2, p. 78–101.

Kotler, P.; Armstrong, G. (1999). Princípios de Marketing. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC.

Martins, E. (2006). Contabilidade de Custos. 9. ed. São Paulo: Atlas.

Nunes, K. D. P.; Miranda, L. C.; Ferreira, K. A. S. (2010). Dura Lição: Aprendendo Com Os Pequenos Empresários Que Fecharam Seus Negócios. Revista da Micro e Pequena Empresa FACCAMP, v. 4, n. 2, p. 48–63.

Oliveira, H. R. (2005). Formação do preço de venda na micro e pequena empresa comercial varejista. IX CONGRESSO INTERNACIONAL DE CUSTOS. Anais...Florianópolis.

Santos, J. J. (2000). Analise de custos: remodelado em ênfase para custo marginal, relatórios e estudos de casos. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Santos, E. A. (2016). Alinhamento entre as estratégias de negócios e de tecnologia de informação: como implementar sistemas de informação em pequenas empresas. 2016. 98 f. Dissertação (Mestrado em Economia). UFRS, Santa Maria.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (2016). Microempreendedores individuais do mercado de beleza crescem 567% em 5 anos. Disponível em: http://www.sebraesp.com.br/index.php/42-noticias/empreendedorismo/15720-microempreendedores-individuais-do-mercado-de-beleza-crescem-567-em-5-anos. Acesso em: 10 set. 2016.

Silva, D. J. C.; et al. (2010). Para que Serve a Informação Contábil nas Micro e Pequenas Empresas? Revista Contemporânea de Contabilidade, n. 82, p. 1–15.

Souza Neto, R. de. (1999). Princípio da entidade e a empresa familiar. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 4, n. 1, p. 41–45.




DOI: http://dx.doi.org/10.26668/businessreview/2016.v1i2.21

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Intern. Journal of Profess. Bus. Review (e-ISSN: 2525-3654)

Faculty of Economics and Business, University A Coruña, Rúa de Maestranza 9, 15001 A Coruña, Spain


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.